sexta-feira, 25 de novembro de 2011

O que é a argumentação?

Algumas pessoas pensam que argumentar é apenas expor os seus preconceitos de uma forma nova. É por isso que muitas pessoas pensam também que os argumentos são desagradáveis e inúteis. Argumentar pode confundir se com discutir. Neste sentido, dizemos por vezes que duas pessoas discutem, como numa espécie de luta verbal. Acontece muito. Mas não é isso o que os argumentos realmente são.
Neste livro, «apresentar um argumento» quer dizer oferecer um conjunto de razões a favor de uma conclusão ou oferecer dados favoráveis para uma conclusão. Neste livro, um argumento não é apenas a afirmação de certos pontos de vista, e não é apenas uma disputa. Os argumentos são tentativas de apoiar certos pontos de vista com razões. Neste sentido, os argumentos não são inúteis; na verdade, são essenciais.
Os argumentos são essenciais, em primeiro lugar, porque são uma forma de tentar descobrir quais os melhores pontos de vista. Nem todos os pontos de vista são iguais. Algumas conclusões podem ser apoiadas com boas razões; outras, com razões menos boas. Mas muitas vezes não sabemos quais são as melhores conclusões. Precisamos de apresentar argumentos para apoiar diferentes conclusões, e depois avaliar tais argumentos para ver se são realmente bons.
Neste sentido, um argumento é uma forma de investigação. Alguns filósofos e activistas argumentaram, por exemplo, que criar animais só para fornecer carne causa um sofrimento imenso aos animais e que, portanto, isso é injustificado e imoral. Será que eles têm razão? Não se pode decidir consultando os preconceitos que se têm. Estão envolvidas muitas questões. Temos obrigações morais para com outras espécies, por exemplo, ou é só o sofrimento humano que é realmente mau? Podem os seres humanos viver realmente bem sem carne? Alguns vegetarianos viveram até idades muito avançadas. Será que este facto mostra que as dietas vegetarianas são mais saudáveis? Ou é esse facto irrelevante, considerando que alguns não vegetarianos também viveram até idades muito avançadas? (É melhor perguntar se uma percentagem mais elevada de vegetarianos vivem até idades avançadas.) Talvez as pessoas mais saudáveis tenham tendência para se tornarem vegetarianas, ao contrário das outras? Todas estas questões têm de ser consideradas cuidadosamente, e as respostas não são, à partida, óbvias.
Os argumentos também são essenciais por outra razão. Uma vez chegados a uma conclusão bem apoiada por razões, os argumentos são a maneira pela qual a explicamos e defendemos. Um bom argumento não se limita a repetir as conclusões. Em vez disso, oferece razões e dados para que as outras pessoas possam formar a sua própria opinião. Se o leitor ficar convencido que devemos realmente mudar a forma como criamos e usamos os animais, por exemplo, terá de usar argumentos para explicar como chegou a essa conclusão: é assim que convencerá as outras pessoas. Ofereça as razões e os dados que o convenceram a si. Ter opiniões fortes não é um erro. O erro é não ter mais nada.
As regras para argumentar não são, pois, arbitrárias: elas têm um objectivo específico. Mas os estudantes (tal como outros escritores) nem sempre compreendem qual é o objectivo quando pela primeira vez lhes pedem para escrever um ensaio argumentativo — e se não se compreende o objectivo do que nos é pedido, é improvável que o façamos bem. Muitos estudantes, quando lhes pedem que argumentem a favor dos seus pontos de vista acerca de um qualquer assunto, escrevem declarações intrincadas dos seus pontos de vista, mas não oferecem verdadeiramente nenhumas razões para pensar que os seus pontos de vista são correctos. Escrevem um ensaio, mas não escrevem um ensaio argumentativo.
Este erro é natural. Na escola secundária, a ênfase é colocada na aprendizagem de assuntos que são razoavelmente pouco ambíguos e incontroversos. Não é necessário argumentar que foi Vasco da Gama que descobriu o caminho marítimo para a Índia, ou que Eça de Queirós escreveu Os Maias. Estes são factos que o estudante se limita a dominar, e que os seus ensaios se limitam a relatar.
Os estudantes vão para o ensino superior e esperam que as coisas sejam mais ou menos iguais. Mas muitos cursos superiores — especialmente os que exigem ensaios escritos — têm um objectivo diferente. Estes cursos tratam das bases das nossas crenças; exigem que os estudantes questionem as suas crenças, que elaborem e defendam os seus pontos de vista. Os assuntos discutidos nos cursos superiores são frequentemente os mais ambíguos e menos precisos. Sim, é verdade que foi o Vasco da Gama que descobriu o caminho marítimo para a Índia, mas quais foram verdadeiramente as causas da política expansionista? Sim, é verdade que o Eça de Queirós escreveu Os Maias, mas qual é o significado do romance? Há razões e dados favoráveis a diferentes respostas. Aos estudantes destes cursos é pedido que aprendam a pensar por si próprios, que formem as suas próprias opiniões de forma responsável. A habilidade para defender as suas opiniões é um sinal dessa capacidade, e é por isso que os ensaios argumentativos são tão importantes.
De facto, tal como os capítulos VII-IX irão explicar, para escrever um bom ensaio argumentativo o estudante tem de usar argumentos simultaneamente como um meio de investigação e como uma maneira de explicar e defender as suas conclusões. Para se preparar para escrever um ensaio, o estudante tem de explorar os argumentos que existem para os pontos de vista opostos; é necessário depois escrever o próprio ensaio como um argumento, defendendo as suas conclusões com argumentos e avaliando criticamente alguns dos argumentos dos pontos de vista opostos.
Anthony Weston
Texto retirado de A Arte de Argumentar, de Anthony Weston (Lisboa: Gradiva, 1996).

TAREFA:
Será a argumentação importante? Porquê?

38 comentários:

Cristiana, nº6, 11ºA disse...

A argumentação é fundamental no nosso quotidiano. Afinal existe sempre uma justificação para as nossas escolhas. Quando argumentamos baseamo-nos nas nossas crenças, nos nossos ideais, nos nossos medos, nos nossos preconceitos, ainda que influenciem indirectamente a argumentação, estes aspectos manipulam-nos por completo. A argumentação é ir mais além de uma mera escolha múltipla, de uma resposta ao acaso, é portanto, uma afirmação devidamente fundamentada. Argumentando estamos a ser justos connosco próprios e com o próximo. A argumentação leva-nos a reflectir mais e melhor acerca de futuros actos, ajuda-nos a compreender o nosso “eu”, contribui para a evolução, prolifera a tolerância, enfim.

Bruno Francisco Lima Nº5 11ºC disse...

A argumentação tem uma enorme importância na vida do dia-a-dia, onde somos muitas vezes obrigados, pelas circunstâncias, a apresentar as nossas razões, as justificações dos nossos comportamentos e das nossas tomadas de posição. Claro que há situações nas quais não precisamos de argumentar ou
até em que seria uma pura perda de tempo. Imaginemos, por exemplo, que
pretendo fazer ver a alguém que este quarto onde escrevo neste momento tem quatro janelas, quando uma simples observação mostra que ela tem apenas duas. Ou que pretendo provar a alguém que um quadrado é uma figura geométrica
de 5 lados. Nestas duas situações não há argumentação séria possível!

O mesmo, contudo, já não se passa noutras situações. E são essas que verdadeiramente importam à Filosofia enquanto exercício de discurso argumentativo.
No caso dos exemplos anteriores, a situação tem resposta directa facilmente comprovada. Mas, quando se trata de argumentar relativamente às grandes questões que preocupam os seres humanos, a situação é diferente, uma vez que
elas, na maior parte dos casos, recebem respostas possíveis, razoáveis é certo, mas sempre discutíveis. Questões do tipo: Devemos ou não permitir a clonagem
de seres humanos?; Devemos ou não autorizar o aborto?; Devemos aceitar que existem raças superiores e raças inferiores? são, entre outras, questões relativamente
às quais podemos apresentar um razoável conjunto de argumentos, a
favor ou contra, uma vez que se trata de questões relativamente às quais ninguém pode ter certezas absolutas. É fundamental que cada um de nós compreenda que um ensaio argumentativo é sempre susceptível de discussão.

Anónimo disse...

Argumentar é essencial para saber comunicar e/ou justificar as nossas ideias, teorias e pontos de vista; para distinguir a verdade da falsidade e chegarmos a conclusões correctas. Para dar conhecimento dos nossos pensamentos, juízos, ideias e pontos de vista, teorias, justificando-os, de modo a que as pessoas possam acreditar em nós. Seguindo princípios lógicos e éticos, usando bons argumentos. Isto é, temos de conseguir persuadir o auditório através deste tipo de argumentação, mostrando a importância da nossa posição ao justificarmos as nossas posições de forma válida e persuasiva.

Sara Fernandes n.º20 11.ºC

Anónimo disse...

Sim, claro que a argumentação é importante, é por isso que a estudamos. Argumentar é uma forma organizada e coerente de dar mos a nossa opinião. Com os argumentos podemos analisar se o que dizemos tem sentido e acima de tudo se consegue convencer alguém. O objetivo da argumentação é precisamente esse, é persuadir. Assim um bom ensaio filosófico é aquele que nos consegue fazer mudar de ideias, ou pelo menos refletir sobre a veracidade das nossas crenças. Para nós estudantes , claro que é difícil defendermos as nossas opiniões de forma eficaz, já que estamos habituados apenas a apresentar conceitos que nos são ensinados.
No texto o autor distingue ensaio ,de ensaio filisófico, sendo um ensaio algo em que se pretende apenas discutir, defendendo aquilo em que acreditamos sem a preocupação de refletir sobre o que a oposição tem a dizer, já um ensaio filosófico pretende apresentar argumentos em que ambas as opiniões podem ser aceites. É isto que acontece na filosofia, á medida que são dadas opiniões algumas vão sendo aceites e cada um se pode basear nelas. Por isso é que ao longo do estudo da filosofia estudamos as teorias de Kant, Platão e de outros filósofos.
Ana Luisa nº2 11ºA

Júlia, nº14, 11ºA disse...

A argumentação é de suma importância: precisamos dela para entender o nosso mundo pois permite-nos determinar que ideias sobre o que se passa à nossa volta é que são realmente aceitáveis e, desse modo, encontrar respostas a questões importantes do quotidiano.
Muitas vezes somos manipulados pelos nossos sentimentos ou por ideias que estão erradas mas que nos são apresentadas de forma enganadora, levando a más decisões e pontos de vista mal justificados. A argumentação válida e coerente é essencial.
Há ainda que reforçar que na filosofia são tratados problemas em aberto e, consequentemente, não há respostas inteiramente aceites e corretas. No entanto, a argumentação não perde o seu valor pois permite encontrar a resposta mais correta, ainda que não seja totalmente aceite.

Anónimo disse...

A argumentação é uma função importante da linguagem.
Sempre que argumentamos, temos o intuito de convencer alguém a pensar como nós.
Os argumentos são instrumentos muito importantes para a descoberta das coisas, pois raramente podemos conhecê-las diretamente: é preciso raciocinar. É através destes que conseguimos fundamentar ou dar razões a favor do que pensamos, isto é, são as provas que apresentaremos, com o propósito de defender que a nossa ideia é a correta.

Ana Antunes, nº4 11ºA

i disse...

A argumentação é essencial para justificar e defender as nossas crenças, derrubarmos crenças formadas sob maus princípios e conhecermos os pontos de vista de vários oradores.
É também a base da organização da Humanidade, visto que, para a sociedade funcionar, é implícito que haja um conjunto de condições defendidas por múltiplos argumentos bem estruturados que todos os cidadãos devem respeitar para a paz de uma nação.
Argumentar é a arte de persuadir, é fundamental para todas as áreas da actividade humana onde não possa ser estabelecida uma verdade racionalmente demonstrada. É usada diariamente; na política, na escola, em casa.
É, portanto, importante que se trabalhe esta arte com argumentos coerentes e cogentes, para obtermos um maior impacto no nosso público-alvo e conseguirmos alterar comportamentos e opiniões menos correctas.

Inês Antónia, nº11 11ºA

Anónimo disse...

A argumentação tem uma enorme importância no nosso dia-a-dia, onde somos muitas vezes obrigados, em várias circunstâncias, a apresentar as nossas razões e opiniões. Para isso é necessário apresentar argumentos justificados, para tentarmos convencer os outros de que a nossa posição é a mais correta.
É importante também porque permite que as pessoas estejam em pé de igualdade, aquando da discussão de ideias.

Beatriz Martinho, nº1, 11º A

Tiago Tojal disse...

A argumentação é importante porque quando falamos com alguém e temos opiniões diferentes, temos que defender as nossas ideias da melhor maneira para tentarmos persuadir a outra parte envolvida na discussão que as nossas ideias eram as verdadeiras e que ela estaria errada.

Nuno nº14 11ºC disse...

A argumentação está sempre presente no nosso quotidiano, sempre que pensamos e dialogamos, mas, normalmente, não nos apercebemos da sua utilização.
A argumentação é uma sequência de argumentos. Os argumentos são tentativas de apoiar os nossos pensamentos, ou seja, ao apresentarmos um argumento estamos a oferecer um conjunto de razões a favor de uma determinada ideia, a conclusão. Sendo assim, os argumentos não são desnecessários, mas sim fundamentais.
Eles são indispensáveis porque são uma maneira de encontrar os melhores pontos de vista mas também, quando concluímos uma determinada ideia baseada em boas razões, são a forma de a explicarmos e a defendermos. Além disso, um argumento fornece razões para que as outras pessoas possam formar a sua própria opinião acerca de um certo assunto, sem se basear nos seus preconceitos.
A argumentação é também importante porque quando estamos convencidos de um pensamento, temos de usar argumentos para explicar como chegamos a essa conclusão e, desta forma, persuadir as outras pessoas.

Paula Lopes Nº15 11ºC disse...

A argumentaçao esta presente no nosso dia-a-dia, durante os nossos dialogos ou conversas. Quando utilizamos a argumentação baseamo-nos nas nossas crenças, ideias, e utilizamos argumentos papoiar essas ideias. Assim, a argumentaçao é importantissima, nao so para defender os nossos ideais ou pensamentos, mas tambem para conseguirmos presuadir aa ideias de alguem.

Anónimo disse...

Existe uma justificação para todas as nossas decisões. Para que alguém mude de opinião em relação a determinado assunto, precisamos de argumentar, apresentar as nossas crenças. A argumentação é essencial para justificar e defender as nossas crenças e conhecermos os pontos de vista dos outros. A arte de argumentar é usada diariamente, por exemplo: na política, na escola... Concluindo, é importante que se trabalhe esta arte, mas convém saber trabalha-la, para assim, conseguirmos mudar opiniões de outras pessoas. Devemos usar argumentos coerentes e cogentes. Márcia 11ºC

Joana Vasconcelos nº13 11ºA disse...

A argumentação é fundamental para conseguirmos transmitir as nossas crenças, juízos, ideias, pontos de vista e justificar-mos todas as decisões e acções que temos, para que consigamos ser justos connosco próprios. Para que o consiguemos fazer é preciso que usemos bons argumentos, pois a argumentação consiste na arte de persuadir o outro, levando-o a concordar com a tese que defendemos.

Luís Ramos disse...

A argumentação é muito importante para o ser humano, ele para justificar as suas crenças, ideias ect, precisa de argumentar. Para convencer-mos alguém temos que argumentar, e muitas vezes até temos que argumentar de mais pois ás vezes já nem temos argumentos para expor e a pessoa ainda não está convencida.

Anónimo disse...

É impossível pensar que a argumentação não é importante. A partir desta podemos expor os nossos pontos de vista e defender as nossas ideias.
Com esta pretendemos persuadir o auditório, tentar convencer que a nossa opinião é a mais correta.
Para isso, é necessário que conheçamos as regras básicas da argumentação e como construir argumentos bons e persuasivos.

Raquel Martins nº19 11ºA

Anónimo disse...

A argumentação tem uma enorme importância na vida do dia-a-dia, somos muitas vezes obrigados, pelas circunstâncias, a apresentar as nossas razões, as justificações dos nossos comportamentos e das nossas tomadas de posição.Temos de saber presuadir para convencer alguém a mudar de ideia , sendo assim temos de argumentar de forma correcta.
ana cruz nº2 11ºc

Roxanne, 11ºC, nº19 disse...

É claro que a argumentação é importante ! Nós utilizamo-la em tudo e para tudo. Quando negociamos a compra de algo, estamos a argumentar, quando discutimos com alguém sobre o nosso comportamento relativamente a algo, ou ainda sobre algum assunto sobre o qual temos a nossa opinião. Sem argumentação não conseguimos sequer tentar fazer com que os outros mudem a sua opinião a cerca de algo ou pelo menos fundamentar correctamente a nossa !

Tatiana disse...

Todos nós sabemos (ou devíamos saber) que a argumentação não só é importante como necessária no nosso dia-a-dia, já que somos constantemente confrontados com a obrigação, derivada das mais variadas circunstâncias, a apresentar as razões e justificações para os nossos comportamentos e para as nossas tomadas de posição perante determinado problema. No entanto, por vezes, há situações nas quais não é necessário argumentar, já que seria uma perda de tempo. E como dizem os antigos, tempo é dinheiro, por isso não o devemos desperdiçar a argumentar sobre algo que não necessita de argumentação, e sim preocuparmo-nos em argumentar o que necessita de ser argumentado.
Argumentar não é inútil, mas sim essencial. Argumentar é essencial porque em primeiro lugar é uma forma de tentar descobrir quais os melhores pontos de vista, já que nem todos os pontos de vista são iguais. Algumas conclusões podem ser apoiadas com boas razões e outras, com razões menos boas, é por isso que se deve saber argumentar correctamente, para evitar as razões menos boas. Por outro lado, argumentar também é importante porque ao argumentar estamos a oferecer razões e dados para que as outras pessoas possam formar a sua própria opinião acerca do assunto debatido.
Ter opiniões fortes não é um erro, o erro é não ter mais nada, ou seja não saber argumentar e defender correctamente essas nossas opiniões.


"As pessoas geralmente discutem porque não conseguem argumentar."
(G. K. Chesterton)


"É melhor debater uma questão sem resolvê-la do que resolver uma questão sem debatê-la."
(Joseph Joubert)

TATIANA RAQUEL GOMES Nº22...11ºC

Sara Oliveira 11ºC, nº21 disse...

A argumentação é de facto bastante importante visto que a utilizamos frequentemente no nosso quotidiano, para apresentar-mos e defendermos as nossas razões, as justificações para os nossos comportamentos e para as nossas tomadas de posição perante um problema. A argumentação é tal importante no nosso dia a dia que muitas vezes a utilizamos sem nos aperceber-mos, como por exemplo falamos com um amigo e fazemos com que ele aceite a nossa opinião, mostrando-lhe as razões para que o deva fazer (argumentando portanto).

Ricardo Silva 11ºC disse...

A argumentação é fundamental para conseguirmos transmitir as nossas crenças, ideias, pontos de vista e justificar-mos todas as decisões e acções que tomamos, para que consigamos ser justos connosco próprios. Para isso é preciso usar bons argumentos, pois a argumentação consiste na arte de persuadir o outro, levando-o a concordar com a tese que defendemos. Para além dos argumentos é importante a forma como os apresentamos. Devemos criar bom ambiente e sermos credíveis para assim conseguirmos persuadir o auditório.

Anónimo disse...

Claro que é importante, pois é com a argumentação que defendemos as nossas opiniões e que levamos os outros a acreditarem que nestas. Ou seja, se tivermos uma boa argumentação podemos persuadir os outros, de tal maneira que estes alterem a sua opinião inicial acerca de determinada questão. A argumentação também serve para respondermos a determinadas questões, incluindo as questões “abertas”, pois mesmo que não consigamos obter uma resposta concreta (apenas defendemos a nossa opinião), conseguimos dar respostas mais ou menos corretas, dependendo se a argumentação usada é uma boa argumentação ou se, por outro lado, se trata de uma má argumentação (falácias).Caso se compreenda bem o que é a argumentação e quando é que esta não é boa, podemos refutar muitas defesas de determinadas opiniões, do dia-a-dia.
Daniela Coutinho nº8-11ºA

Fábio Santos nº 10 11ºA disse...

A argumentaçao é claramente importante, pois esta presente em todos os dias da nossa vida. Se nos queremos algo ou entao temos uma opiniao precisamos de argumentar para conseguirmos atingir os nossos objectivos, desde a escola, em casa ou simplesmente quando vamos na rua, se aparece algum problema e é preciso resolve lo falando, é apresentando argumentos correctos e com uma logica formal adequada que conseguimos o que queremos.

Anónimo disse...

É impossível pensar que a argumentação não é importante. A partir desta podemos expor os nossos pontos de vista e defender as nossas ideias.
Com esta pretendemos persuadir o auditório, tentar convencer que a nossa opinião é a mais correta.
Para isso, é necessário que conheçamos as regras básicas da argumentação e como construir argumentos bons e persuasivos.

André Martins nº4 11ºc

Fábioo Silva disse...

A argumentação, é de facto muito importante, pois atraves desta podemos expor os nossos pontos de vista e defender as nossas ideias.
O nosso objectivo é persuadir o auditório, tentar convencer que a nossa opinião é a mais acertada.
Mas, para o concretizarmos teremos de saber as regras de como elaborar um argumento bom e persuasivo.

Pedro Martins nº16 11ºc disse...

Sim argumentar é importante pois é essencial para saber comunicar e/ou justificar as nossas ideias, teorias e pontos de vista; para distinguir a verdade da falsidade e chegarmos a conclusões correctas. Para dar conhecimento dos nossos pensamentos, juízos, ideias e pontos de vista, teorias, justificando-os, de modo a que as pessoas possam acreditar em nós.

Anónimo disse...

A argumentação é indespensável no nosso dia-a-dia. Pois as nossas escolhas tem sempre uma razâo de ser. Cada um toma as suas decisões em relação as suas crença, ideais, valores sociais. Ao argumentarmos estamos a justificar as nossa preferências e ao mesmo tempo a refletir sobre o assunto.

Lígia Castro 11ºA

José Alexandre Teixeira 11ºC nº10 disse...

A argumentação é muito importante no nosso dia-a-dia. Quando argumentamos baseamo-nos nas nossas ideias, nos nossos preconceitos, ainda que tenham algum impacto de certa forma indirectos para a nossa argumentação, estes aspectos manipulam-nos por completo.
Argumentando estamos a ajudarmo-nos a reflectir mais e melhor acerca das acções.

carina coelho disse...

A argumentação é importante, uma vez que é precisa no nosso quotidiano. precisamos de saber argumentar para nos defendermos e "criticar" o que não nos agrada.

Para além disto, estamos todos sujeitos a manipulação temos que nos defender com as nossas posições, mas para isso também temos que saber falar, argumentar corretamente.
É necessário sabermos argumentar para termos uma opinião acerca dos problemas que nos enfrentam. Sabermos argumentar faz com que nos saibamos defender das oposições.

Carla Duarte disse...

A argumentação tem uma enorme importância na vida do dia-a-dia, onde somos muitas vezes obrigados, pelas circunstâncias, a apresentar as nossas razões, as justificações dos nossos comportamentos e das nossas tomadas de posição. Claro que há situações nas quais não precisamos de argumentar ou
até em que seria uma pura perda de tempo. Imaginemos, por exemplo, que
pretendo fazer ver a alguém que este quarto onde escrevo neste momento tem quatro janelas, quando uma simples observação mostra que ela tem apenas duas. Ou que pretendo provar a alguém que um quadrado é uma figura geométrica
de 5 lados. Nestas duas situações não há argumentação séria possível!

Miguel Tomás Nº8 11ºC disse...

Argumentar é apresentar argumentos, razões no sentido de suportar uma determinada tese subjacente a um determinado discurso.
Ou seja, é nós defendermos as nossas opiniões perante opiniões contrárias.
É procurarmos defender de forma correcta e lógica os nossos ideais e aquilo que vemos como certo.

Anónimo disse...

A argumentação é muito importante para defender as nossas ideias e para fazer com que outras pessoas acreditem nelas.No dia-a-dia também é importante porque em muitas situações da vida as nossas ideias serão postas à prova por isso temos de argumentar de maneira correta.

Ana Rita Almeida nº3 11ºC

Anónimo disse...

A argumentação é um "tema" importante na nossa sociedade corrente, para conseguirmos alcançar certos objectivos temos de saber falar, e esse saber falar, não é somente o facto de ter uma boa pronúncia ou uma boa dicção, o saber falar, é conseguir organizar todos os nossos pensamentos de forma coerente e sólida, para que possamos transmitir decentemente a nossa tese para quem nos está a ouvir.
A falta de uma boa argumentação leva muitas vezes a desentendimentos, pois as pessoas não se conseguem entender mutuamente levando a uma grande discordância entre ambos.
Para que tal não aconteça, e para que sejamos bem sucedidos temos de conseguir manusear muito bem a argumentação e levar ao cabo as nossas intenções de forma correcta e eficaz

Alexandr Ostrovschii nº1 11ºC

Anónimo disse...

A argumentação é importante porque precisamos dela para entender o nosso mundo pois esta permite-nos determinar que ideias sobre o que se passa à nossa volta é que são realmente aceitáveis e, desse modo, encontrar respostas a questões importantes do quotidiano.
É através destes que conseguimos fundamentar ou dar razões a favor do que pensamos, isto é, são as provas que apresentaremos, com o propósito de defender que a nossa ideia é a correta.

Ivo Farreca, nº12 11ºA

Anónimo disse...

Durante o nosso dia-a-dia, sejamos professores, médicos ou estudantes, somos confrontados com as mais diversas situações e temos de saber enfrentá-las, temos de saber defender-nos e marcar a nossa presença de uma forma positiva. Para tal é fundamental sabermos criticar, refutar, apoiar, enfim, dar o nosso contributo. Contudo, tal deve ser feito da maneira mais fundamentada e correcta possível, caso contrário corremos os risco dos nossos argumentos sejam confundidos com
Inícios de discussões ou com discussões em si, pois não podemos dar uma opinião ou recusar a opinião de outro sem justificarmos convenientemente tanto a nossa escolha como a recusa da de terceiros.
No fundo, saber criticar, refutar, apoiar, etc., não é nada mais nada menos do que, argumentar! Logo, a argumentação não só é bastante importante como sem ela seria muito difícil ou mesmo impossível, viver em sociedade.
É com a argumentação que podemos trocar ideias, podemos evoluir e chegar a novas e talvez melhores conclusões das que já tínhamos. Para além disto, a troca e apresentação de argumentos válidos é uma forma, muito legítima, de conquistar o apoio de outros, pois se expusermos correctamente a nossa opinião por que razão não iremos nós ter apoiantes? Pessoas que provavelmente tinham uma opinião mal fundamentada e errada sobre o assunto em debate.
Em suma, argumentar é necessário para qualquer sociedade que se preze e que queira evoluir, se for feita de uma forma alicerçada e nunca recorrendo a falácias, sejam elas quais forem!
Andreia Silva 11ºA

Margarida Silva, nº3, 11ºA disse...

A argumentação tem como objectivo primordial convencer alguém a aceitar a nossa perspectiva, expondo ideias fundamentadas (argumentos) que justifiquem essa tomada de posição.
Existe situações do quotidiano em que a argumentação é dispensável, como por exemplo para persuadir o outro a aceitar verdades e ele já aceita (por exemplo, se o dia estiver chuvoso, é uma perda de tempo tentarmos justificar para outrem que este o está efectivamente). No entanto, existe outras situações nas quais a presença da argumentação é indispensável. É esse género de situações com que nos deparamos diariamente.
Qualquer pessoa consegue classificar minimamente um argumento. Assim, torna-se imprescindível que afinemos a capacidade de construir bons argumentos, o que facilita a aceitação destes por parte do ouvinte.

Mariana Tavares nº17 11ºA disse...

A argumentação, antes de mais, é um ponto fundamental para manter um diálogo. Quando iniciamos uma conversa com uma pessoa, ou mais, temos um qualquer objectivo, e se um deles for discutir um assunto teremos que argumentar, através da dialéctica, a favor da nossa posição e, se no caso, contra a posição da outra pessoa. Caso não existisse argumentação não haveria nada para discutir, e, consequentemente, cada um ficaria com o seu ponto de vista sem que haja conhecimento do outro ponto de vista e, deste modo, apresentaríamos a nossa posição e ficaríamos por aí. Outro aspecto é conhecer bem a argumentação, sem isso qualquer um nos poderia manipular sem qualquer esforço e isso levaria a que nós não fossemos dotados de ideais ou crenças. e também por isso a argumentação é necessária. Não é à toa que a argumentação existe, ninguém se imagina num mundo sem ela por mais que tente. Portanto, desde sempre a argumentação foi essencial para defendermos ou refutarmos crenças e posições.

Anónimo disse...

A argumentaçao esta presente no nosso dia-a-dia, durante os nossos dialogos ou conversas. Quando utilizamos a argumentação baseamo-nos nas nossas crenças, ideias, e utilizamos argumentos papoiar essas ideias. Assim, a argumentaçao é importantissima, nao so para defender os nossos ideais ou pensamentos, mas tambem para conseguirmos presuadir aa ideias de alguem.

Tiago Melo 11ºA

Anónimo disse...

a argumentação tem uma enorme importância no nosso dia-a-dia, onde somos muitas vezes obrigados, em várias circunstâncias, a apresentar as nossas razões e opiniões porque quando falamos com alguém e temos opiniões diferentes, temos que defender as nossas ideias da melhor forma para tentarmos persuadir a outra pessoa que as nossas ideias eram as certas e que ela estaria errada.


Ana Rita Almeida nº3 11ºC