sábado, 20 de outubro de 2012

O que é a filosofia?



As nossas capacidades analíticas estão muitas vezes já altamente desenvolvidas antes de termos aprendido muita coisa acerca do mundo, e por volta dos catorze anos muitas pessoas começam a pensar por si próprias em problemas filosóficos — sobre o que realmente existe, se nós podemos saber alguma coisa, se alguma coisa é realmente correcta ou errada, se a vida faz sentido, se a morte é o fim. Escreve-se acerca destes problemas desde há milhares de anos, mas a matéria-prima filosófica vem directamente do mundo e da nossa relação com ele, e não de escritos do passado. É por isso que continuam a surgir uma e outra vez na cabeça de pessoas que não leram nada acerca deles.
[...] Não discutirei os grandes escritos filosóficos do passado nem o contexto cultural desses escritos. O núcleo da filosofia reside em certas questões que o espírito reflexivo humano acha naturalmente enigmáticas, e a melhor maneira de começar o estudo da filosofia é pensar directamente sobre elas. Uma vez feito isso, encontramo-nos numa posição melhor para apreciar o trabalho de outras pessoas que tentaram solucionar os mesmos problemas.

A filosofia é diferente da ciência e da matemática. Ao contrário da ciência, não assenta em experimentações nem na observação, mas apenas no pensamento. E ao contrário da matemática não tem métodos formais de prova. A filosofia faz-se colocando questões, argumentando, ensaiando ideias e pensando em argumentos possíveis contra elas, e procurando saber como funcionam realmente os nossos conceitos.
A preocupação fundamental da filosofia é questionar e compreender ideias muito comuns que usamos todos os dias sem pensar nelas. Um historiador pode perguntar o que aconteceu em determinado momento do passado, mas um filósofo perguntará: «O que é o tempo?» Um matemático pode investigar as relações entre os números, mas um filósofo perguntará: «o que é um número?» Um físico perguntará o que constitui os átomos ou o que explica a gravidade, mas um filósofo irá perguntar como podemos saber que existe qualquer coisa fora das nossas mentes. Um psicólogo pode investigar como as crianças aprendem uma linguagem, mas um filósofo perguntará: «Que faz uma palavra significar qualquer coisa?» Qualquer pessoa pode perguntar se entrar num cinema sem pagar está errado, mas um filósofo perguntará: «O que torna uma acção boa ou má?»
Não poderíamos viver sem tomar como garantidas as ideias de tempo, número, conhecimento, linguagem, bem e mal, a maior parte do tempo; mas em filosofia investigamos essas mesmas coisas. O objectivo é levar o conhecimento do mundo e de nós um pouco mais longe. É óbvio que não é fácil. Quanto mais básicas são as ideias que tentamos investigar, menos instrumentos temos para nos ajudar. Não há muitas coisas que possamos assumir como verdadeiras ou tomar como garantidas. Por isso, a filosofia é uma actividade de certa forma vertiginosa, e poucos dos seus resultados ficam por desafiar por muito tempo.
NAGEL, Thomas (1997). Que quer dizer tudo isto? Lisboa: Gradiva, páginas 7 – 9

TAREFA:
Com base no texto refere a importância da filosofia. (Deixa a tua resposta na caixa dos comentários.)

15 comentários:

Anónimo disse...

Desde sempre a filosofia esteve presente na nossa vida, mas só há algum tempo atrás é que começámos a refletir e a questionar-nos o porquê de algumas coisas, em busca de tentarmos encontrar respostas a essas dúvidas.
O modo como levamos a cabo esse estudo é a discussão livre de ideias onde abertamente expomos questões e vemos o ponto de vista de outras pessoas.
As respostas às nossas questões filosóficas são chamadas teses ou teorias, e para defendermos as nossas teorias/teses temos de saber argumentar.
De uma certa forma a filosofia tenta dar resposta a problemas reais, por vezes do nosso dia-a-dia que nos fascinam e que nos intrigam. O que distingue a filosofia de por exemplo, matemática, é que os problemas filosóficos não podem ser resolvidos recorrendo à experiência ou à observação mas sim exclusivamente ao pensamento e por mais que tentemos evitar estamos sempre a filosofar e ao filosofar estamos a desenvolver uma atividade crítica.
Sem dúvida que a filosofia é importante pois de uma forma ou de outra está sempre presente no nosso dia-a-dia em problemas mais ou menos importantes.
Márcia Teixeira,10ºD,nº19

Anónimo disse...

Realmente apesar de sermos um ser pensante apenas a partir de uma certa idade é que nos questionamos sobre o que se passa connosco e sobre tudo o que nos rodeia, ou seja filosofamos.
Penso que a filosofia tem bastante importância. Principalmente para nós humanos pois para nós a aprendizagem e a busca de sabedoria é um dos muitos rumos que as nossas vidas podem tomar dando-lhes significado. Até quando filosofamos sobre o significado da vida, estamos a dar-lhe algum valor, porque queremos encontrar respostas para a nossa satisfação pessoal.
Portanto, posso assim concluir, que própria palavra filosofia nos diz bastante pois somos seres que procuramos constantemente o saber filosofando e dando desta forma significado e vontande de viver para aprender mais.

Iliane Soares, nº12 10ºD

Anónimo disse...

Com o tempo, apercebemo-nos que ao longo da nossa vida,começamos a pensar em problemas filosóficos, isto é, apercebemo-nos que existe milhares de perguntas que não sabemos de onde provêm, quem as formou,porque existem, se nós podemos saber alguma coisa acerca delas, etc.
Todas estas questões fazem parte da filosofia e nós, seres humanos, achamo-las enigmáticas, um mistério duro de resolver. Mas basta pensar diretamente sobre elas, argumentando,ensaiando ideias e procurando saber como funcionam os nossos conceitos.
Aí, é que entra a importância da filosofia:levar o conhecimento do mundo e de nós um pouco mais longe.Se fizermos isso, podemos resolver( não digo por completo) as questões que nos seguem, pois é fazendo filosofia que encontramos a sua importância.

Anónimo disse...

O texto acima é da Daniela Santos nº9 10ºD

Armando ;) disse...

Há uma idade em que o ser humano começa a desenvolver a capacidade de raciocinar sozinho, e é nessa altura da vida que começam as surgir as primeiras questões filosoficas simples.
A filosofia é super importante pois sem ele nada eramos. Já se imaginaram a viverem a vida sem filosofar ? Seria um total fracasso pois quem não se questiona sobre a sua existência não existe. Tal como o filosofo francês, René Descartes, disse: "Penso, logo existo".
Em suma, há uma idade na vida em que começamos a filosofar e dai em diante filosofamos naturalmente, e é por isso que a filosofia é tao importante pois temos que filosofar para existirmos.

Anónimo disse...

Desde que nascemos a filosofia esteve sempre presente nas nossas vidas, mas so a certa idade é que nos começamos a questionar sobre alguns problemas e sobre alguns coisas que acontecem na nossa vida. A filosofia dá-nos algumas respostas a algumas dessas questoes por isso é que a filosofia é tão importante.
Ana Basílio nº2 10ºD

Anónimo disse...

É desde uma certa idade que começa-mos a pensar por nós próprios em problemas filosóficos.
A filosofia é importante porque aumenta a nossa compreensão das coisas, dá-nos a capacidade para avaliar e discutir problemas, argumentos ou ideias e a filosofia é importante porque nos ensina a pensar.
Também é importante porque nos ajuda a esclarecer problemas mesmo que não produza resultados.


Inês Santos nº14 10ºD

Anónimo disse...

A filosofia é muito importante para nós, porque nos ajuda a desvendar os mistérios e as histórias da nossa existência e a compreender o porquê e a razão de tudo o que existe, á nossa volta.
A Filosofia é o ato filosófico de o Homem criticar, e argumentar aquilo que conhece ou que quer conhecer. Deus criou-nos a nós homens e mulheres. A Filosofia ajuda-nos a desvendar todos os mistérios que existem nesta vida. A Filosofia não é só importante por causa dos seus resultados é importante, porque nos ajuda a esclarecer mesmo que não, produza resultados. A Filosofia permite-nos acordar de um sono profundo para a realidade. A filosofia é importante porque nos ensina a pensar melhor.
O Homem, como ser pensante e que está constantemente a interrogar-se sobre a sua existência, tem esta necessidade intrínseca de saber sempre mais, para tentar satisfazer a sua curiosidade.
Faz parte da natureza humana queremos, saber sempre mais. A Filosofia tenta satisfazer essa nossa necessidade pelo saber e pela compreensão do funcionamento da nossa existência e do nosso Universo.
A Filosofia estuda o conhecimento, a verdade, a existência a um nível fundamental, e as respostas que damos a perguntas filosóficas têm um impacto profundo na nossa vida, mesmo a nível prático. As posições que vamos tomando sobre questões concretas têm subjacente um posicionamento, mesmo que implícito e inconsciente, em relação a questões filosóficas fundamentais.
Daniela Lima nº8,10D

Cristiana Lopes disse...

Bem, eu penso que a filosofia é muito importante. Esta ajuda-nos a esclarecer a nossa mente, a filosofia alarga a nossa compreensão das coisas, a filosofia dá-nos a capacidade acrescida de avaliar e discutir ideias, argumentos e problemas.
Como o texto refere apenas a apartir de uma certa idade, nos começamos a questionar sobre a existencia ou nao de algumas coisas,e necessitamos de respostas. Aí damos conta que a filosofia sempre esteve presente na nossa vida.
Muitas das vezes em que nos questionamos sobre algum assunto, esse assunto tem resposta, mas o caminho que fazemos para chegar a conclusao que esse assunto nao tem resposta é sem dúvida muito enriquecer.
Por fim, posso afirmar, que a filosofia é importante porque nos ajuda a pensar melhor.

Anónimo disse...

A Filosofia é muito importante para nós, embora muitos não saibam da sua importância. Ela ajuda-nos a desvendar os mistérios e histórias da nossa existência, e a compreender o porquê e a razão fundamental para tudo o que existe.
A Filosofia é a busca constante do conhecimento, da verdade, é um olhar para dentro de nós mesmo, estando sempre a procura de respostas.A Filosofia é um ato filosófico de o homem refletir, criticar e argumentar.

Ricardo Costa nº23 10ºD

Anónimo disse...

A filosofia é importante pois ajuda a solucionar problemas que mais nenhuma disciplina consegue resolver. É também importante pois mostra que nós, o Homem, procura a sabedoria já à cerca de dois mil e quinhentos anos, o que demonstra que nos preocupamos com outros problemas para além da ciência, matemática ou a história. Procurando assim resolver esses problemas tão importantes como os restantes.

Bruno Henriques
Nº5 10ºD

Blog do Professor Tim disse...

Em Busca de Sophia é a própria existência filosófica nos seus sentidos mais amplos e diversos. Melhor blog de filosofia da Internet. Saudações filosóficas do Blog do Professor Tim.

Anónimo disse...

Muito antes de nascermos, já os grandes filósofos se interrogavam acerca das muitas questões filosóficas. "Será que Deus existe?", "O que é o tempo?"; questões como estas são feitas todos os dias por toda a gente, e a única maneira de tentar responder a estas questões é simplesmente recorrendo ao pensamento, o que nos leva diretamente à filosofia. A filosofia ajuda-nos a responder a questões que nos intrigam, e de certa forma torna o nosso conhecimento mais vasto. Apesar de só nos começarmos a questionar sobre assuntos relativos à filosofia a partir dos 14 anos, conseguimos perceber que a filosofia é uma área muito diferente da ciência ou da matemática. Enquanto os problemas matemáticos ou científicos podem ser solucionados recorrendo á observação e ao cálculo, os problemas filosóficos podem apenas ser respondidos recorrendo ao pensamento. A filosofia é capaz de nos tornar pessoas curiosas e críticas ao invés de seres dogmáticos. Daí a filosofia ser tão importante para o ser humano.

Ana Ferreira, nº1, 10ºD

Anónimo disse...

Antes de estudarmos filosofia admitíamos certos pensamentos que tomávamos como verdadeiros sem qualquer tipo de fundamento ou razão. Aceitávamos essas crenças e pensamentos porque alguém superior a nós nos disse que esse pensamento é verdadeiro.
A Filosofia é também importante para resolver problemas como "O que torna uma ação boa ou má ?".
Inês Almeida nº13 10ºD

Anónimo disse...


A maioria das pessoas dizem que a filosofia não é importante, que não utilidade e que não serve para nada.
Pois essa ideia está errada. Quando no nosso dia-a-dia somos interrogados sobre algo a nossa resposta deve estar sob bons argumentos, e os argumentos são os elementos principais da filosofia, ou seja para saber argumentar precisa-se de estudar filosofia.
Mas a grande vantagem de saber argumentar é a de acabar com muitos dos nossos preconceitos e que muitos deles são sobre mitos acerca da realidade e que não estamos dispostos a mudar.
Como é referido no texto um historiador pode perguntar o que aconteceu em determinado momento do passado, mas um filósofo perguntará: «O que é o tempo?» isso ajuda-nos a perceber que os problemas que a filosofia expõe nos ajuda a compreender o mundo que nos rodeia e tomar a atitude crítica em relação às respostas ou soluções que vão sendo apresentadas para os problemas do universo, para que no fundo tornemos o mundo cada vez melhor.

Daniel Lopes nº7 10ºD