quinta-feira, 11 de outubro de 2012

O que é estudar filosofia?


A filosofia é diferente de muitas outras disciplinas das Letras porque para estudar filosofia é necessário fazer filosofia. Para ser um historiador de arte, não é necessário pintar; para estudar poesia, não é necessário ser um poeta; e podemos estudar música sem tocar um instrumento. Contudo, para estudar filosofia é necessário que nos entreguemos à argumentação filosófica (argumentar é apresentar razões ou indícios que conduzem a uma conclusão). Não se trata de operar ao nível dos grandes filósofos do passado; mas quando se estuda filosofia faz-se o mesmo tipo de coisa que eles fizeram. Podemos jogar futebol sem chegar ao nível do Pelé, e podemos obter muita satisfação intelectual filosofando sem a originalidade ou o brilhantismo de Wittgenstein. Mas em ambos os casos será necessário desenvolver algumas das competências usadas pelos grandes praticantes. Essa é uma das razões pelas quais a filosofia pode ser uma área de estudos imensamente compensadora.

A palavra "filosofia" deriva do grego "amor da sabedoria". Mas isto não é particularmente útil para a compreensão do modo como a palavra é agora usada. A filosofia é uma disciplina nuclear relativamente à maior parte dos cursos de humanidades. Centra-se em questões abstratas como "Será que Deus existe?", "Será o mundo realmente como nos parece que é?", "Como devemos viver?", "O que é a arte?", "Teremos uma liberdade de escolha genuína?", "O que é a mente?", e assim por diante.
Estas questões muito abstratas podem surgir na nossa experiência quotidiana. Algumas pessoas fazem uma caricatura da filosofia como se fosse uma disciplina sem relevância para a vida, uma disciplina para estudar em casa unicamente por satisfação intelectual, o equivalente académico de fazer palavras cruzadas. Mas isto é uma representação gravemente errada de grande parte da disciplina. Por exemplo, o caloroso debate sobre se o boxe deve ser proibido só pode responder-se enfrentando questões abstratas importantes. Quais são os limites aceitáveis da liberdade individual num país civilizado? Quais são as justificações para o paternalismo, para forçar as pessoas a comportar-se de uma certa forma para o seu próprio bem? Por outras palavras, este debate não é apenas sobre reações emocionais ao boxe; depende antes de pressupostos filosóficos fundamentais (um pressuposto é uma afirmação a favor da qual não se avança qualquer argumento; uma afirmação que se aceita para permitir a argumentação).
A análise de razões e argumentos é uma área própria da filosofia. De facto, se a filosofia tem um método distintivo, é este: a construção, crítica e análise de argumentos. As competências filosóficas são aplicáveis em qualquer área em que os argumentos sejam importantes, e não apenas nos domínios da especulação abstrata. São particularmente úteis quando se escreve ensaios, dado que se espera habitualmente que se defenda conclusões, e não apenas que as afirmemos. Por esta razão, uma formação básica em filosofia é extremamente importante, seja qual for a disciplina académica que se tenha em mente seguir.
Nigel Warburton
Tradução de Desidério Murcho

TAREFA:
Explicita o sentido da seguinte afirmação do texto: “para estudar filosofia é necessário fazer filosofia”. (Deixa a tua resposta na caixa dos comentários.)

20 comentários:

-mandoo' disse...

fazer filosofia é argumentar, ou seja, para se estudar filosofia temos que argumentar. é esta a diferença entre a filosofia e outros temas de estudo. por exemplo: para se estudar poesia não é preciso ser poeta, pois basta sabermos as "regras" da poesia mas para filosofia não basta saber as "regras", é preciso argumentar tambem!

Anónimo disse...

Lendo o texto acima e explicando o sentido da frase:”para estudar filosofia é necessário fazer filosofia”, eu penso que,em qualquer área, como por exemplo, música não é preciso tocar algum instrumento para estudar música, mas estudar filosofia é preciso definir o que pensamos acerca desta, ou seja, sabermos argumentar as ideias que defendemos ou do que pensamos, a isso se chama filosofar, ao estarmos a filosofar e a argumentar as nossas teses não significa que nos queiramos igualar a grandes filósofos mas fazer algo idêntico ao mesmo que eles fizeram, filosofar, para isso é preciso saber a ideia de definição, para depois defendermos as nossas ideias, e para estudar filosofia é preciso fazer filosofia, mas para isso é preciso nascer com esse dom e nem todos nascem com ele e vendo dessa perspetiva todos podem estudar e ter uma ideia acerca do que esta nos tenta transmitir mas nem todos conseguem argumentar ou seja fazer filosofia.

Márcia Teixeira,10ºD,nº 19

Anónimo disse...

Estudar filosofia não é como estudar outra arte como a música ou a poesia.
Quando estudamos filosofia temos de pensar da mesma maneira que os grades filósofos do passado, ou seja, estudar os vários pontos de vista e nunca dar a razão a uma teoria sem conhecer os elementos a favor e contra.
Por exemplo: quando gostamos de uma música é simplesmente porque a sua musicalidade e letra nos agradam ou significam alguma coisa para nós. Mas quando estudamos filosofia não nos basta apenas aceitar a nossa teoria sem avaliarmos todos os argumentos a favor ou não dessa mesma teoria.
Mariana Moitoso, 10ºD, nº21

Anónimo disse...

"Para estudar filosofia é necessário fazer filosofia". Esta afirmação apresentada no texto é absolutamente verdadeira, pois quando estamos a estudar filosofia, a mesma paresenta-nos a filosofia que estamos a executar.
Não é preciso ser-se um filósofo brilhante para saber filosofar. E podemos executar determinadas atividades ou tarefas sem atingir-mos o alto nível dos profissionais. Tudo isto, para dizer que é preciso desenvolver algumas das competências usadas pelos anteriores mencionados. Dessas mesmas revela-se o objeto de estudo da filosofia que é um determinado tipo de problema.Por exemplo, como diz no texto, "...o caloroso debate sobre se o boxe deve ser proibido ou não...". A este problema dá-se a devida resposta (tese ou teoria) que é defendida por meio de argumentos, razões, indícios que conduzem a uma conclusão, que deve ser reconhecida, sem se saber os elementos presentes a aceitar a favor ou contra a nossa argumentação.
Logo para estudar filosofia, é importante a construção, a crítica e a análise de argumentos.
Quando aplicamos esta tarefa estamos a fazer filosofia.... a filosofar...!

Daniela Santos nº9 10ºD

Anónimo disse...

Erro na palavra apresenta-nos.

Daniela Santos nº9 10ºD

Anónimo disse...

Como diz o texto "podemos estudar música sem tocar um instrumento", mas, para estudar filosofia implica uma actividade constante de argumentações. É necessário tomar uma posição, argumentar, ou seja, defender ideias com argumentos ou razões.

Inês Santos, nº14 10ºD

Cristiana Lopes disse...

Eu penso que essa afirmação significa, que em filosofia é sempre necessário refletir e depois avaliar os dois lados, ou seja, ver os argumentos a favor e contra. Para estudar filosofia, seja qual for o problema/questão que estejamos a abordar, temos de filosofar, temos de justificar a nossa resposta, nao basta dizer que sim só porque pensamos que é assim. Dizemos que sim quando temos justificação e argumentos para o nosso sim. Como o texto refere "A análise de razões e argumentos é uma área própria da filosofia." a filosofia necessita de argumentos, uma frase sem argumentos nao é uma frase filosófica. E, finalizo, concordando que filosofia pode ser uma área bastante compensadora para o futuro, pois para jogar futebol nao se tem de igualar ao pelé mas tem de se adquirir algumas aptidões por ele usadas, enquanto em filosofia não, em filosofia faz-se o mesmo tipo de coisa que os grandes filósofos fizeram e outros fazem.
Cristiana Lopes 10ºD nº6

Anónimo disse...

Para mim esta expressão quer dizer que para se estudar filosofia,significa debater problemas filosóficos em que temos de tentar chegar a um consenso através da construção critica e da analise de argumentos

Joao Oliveira,10ºD,nº17

Anónimo disse...

Acerca da frase "para estudar filosofia é necessário fazer filosofia", penso que está de uma certa forma tudo dito. Acho que nunca estamos completamente aptos para "dominar" da filosofia na perfeição. Portanto sempre que tentamos filosofar ou provar o nosso ponto de vista apresentando os argumentos em que nos baseamos num debate ou numa simples conversa entre amigos, acabamos por ficar com mais bases, conhecimentos e maturidade para pôr em prática a arte de filosofar cada vez melhor, porque não se trata apenas de se ter os melhores argumentos ou não, também é necessário saber dar provas de que a ideia que defendemos pode ser a melhor. Para isso a melhor forma é filosofar sobre vários temas, treinando as nossas formas de argumentar e ganhar experiência de vida procurando o conhecimento como podemos ver na palavra filosofia.

Iliane Soares, nº 12 10ºD

Anónimo disse...

Ao ler o texto, acima transcrito, e explicando o sentido da frase «Para estudar Filosofia é necessário filosofar» eu concordo com a afirmação apresentada porque, para estudar Filosofia é preciso saber argumentar e esta é uma das diferenças que a distingue das outras disciplinas. Como por exemplo estudar poesia não é necessário ser poeta, mas é necessário ter alguns conhecimentos sobre poesia. «Será que Deus existe?» Para esta pergunta não basta dizer um sim ou um não, para ser sim ou não é preciso argumentá-la ou justifica-la, é preciso filosofar. A Filosofia é o gosto ou o amor pela sabedoria. Todos nós poderemos ser filosóficos, mas temos que ter o amor pela sabedoria e saber argumentar para conseguirmos saber discutir ou “filosofar” sobre um tema dado ou lançado pela Filosofia.
A Filosofia, como a ciência multidisciplinar, recorre aos mais variados ramos do saber para poder construir os seus argumentos filosóficos. Assim, para conseguirmos um bom argumento, poderemos recorrer á ciência, á mudança ou até mesmo á religião.
O Homem, como ser pensante e á procura do saber, é um filósofo porque sempre estudou para tentar resolver as questões que o atormentam.
Deste modo, acredito que ao estudar filosofia é mesmo necessário filosofar.
Daniela Lima 10º D nº8

Anónimo disse...

Na minha opinião o estudo da filosofia, implica filosofar, dado que tudo na filosofia se baseia na argumentação e na critica, uma pessoa para saber filosofia e/ou estudar filosofia, precisa de ter capacidade de argumentação o mesmo nao se passa no estudo de outras áreas, como por exemplo da ciência, em que estudamos a teoria mais logica que foi comprovada por experimentação.Para estudar filosofia, é preciso pensar e ter vários pontos de vista e não agarrarmo-nos a uma teoria que pensamos que conhecemos e no fundo nao sabemos nada em relação a essa mesma teoria.

Ass: Ana Basílio nº2 10ºD

Anónimo disse...

Quando estudamos filosofia é habitual lermos textos de grandes filósofos, mas nem sempre concordamos com o que estes pensam. Então temos de justificar a nossa opinião ou teoria com argumentos plausíveis. No entanto, não só quando estudamos filosofia fazemos filosofia. No nosso dia-a-dia, ao respondermos a questões filosóficas ou não filosóficas, fazemos filosofia. Quando não concordamos com a crença de alguma entidade, fazemos filosofia, pois tentamos encontrar argumentos para fundamentar as nossas opiniões. Concluindo, concordo com a frase do texto "Para estudar filosofia, é necessário fazer filosofia".
Carolina Ferreira, nº1, 10ºD

Anónimo disse...

A frase “para estudar filosofia é necessário fazer filosofia” quer dizer que para estudar filosofia é necessário recorrer ao pensamento, ou seja, a filosofia é um estudo a priori, isto é a resolução dos problemas é feita através do pensamento e não através da experiência.
Quando estudamos filosofia temos de obedecer a duas condições, uma é que em filosofia temos de nos apoiar em boas razões, argumentos, isto é não podemos dizer “sim”, “não” ou “talvez” por vontade própria temos de justificar as razões que nos levaram a dize-lo, a outra condição é que se tem de apoiar num conhecimento adequado dos problemas, teorias e argumentos, ou seja têm de ter fundamentos, logo não se pode provar uma coisa em vão.

Daniel Lopes Nº 7 10º D

Anónimo disse...

Eu penso que para estudar filosofia tem que se filosofar, pis temos que argumentar para estudar filosofia, estando a argumetar estamos a filosofar. Andreia Santos 10ºD n~3

Anónimo disse...

A filosofia é diferente de muitas outras disciplinas das Letras porque para estudar filosofia é necessário fazer filosofia. Para ser um historiador de arte, não é necessário pintar; para estudar poesia, não é necessário ser um poeta; e podemos estudar música sem tocar um instrumento. Contudo, para estudar filosofia é necessário que nos entreguemos à argumentação filosófica.

Ricardo Costa nº23 10D

Anónimo disse...

Eu acho que a frase "Para estudar filosofia é necessário fazer filosofia", quer dizer que a filosofia é uma disciplina diferente das outras, como diz o texto "Podemos estudar música sem tocar um instrumento" mas para estudarmos filosofia temos que recorrer única e exclusivamente ao pensamento.

Bruno Henriques
Nº5 10ºD

Anónimo disse...

para se estudar filosofia e preciso fazer filosofia, pois na filosofia não podemos recorrer a experiência como e o caso da matemática e das ciências que se recorre a experiência para resolver o problema já na filosofia só podemos recorrer ao pensamento e a argumentação para tentar resolver o problema

Anónimo disse...

joao oliveira nº17 10ºD

Anónimo disse...

Filosofia não é uma disciplina igual ás outras, como, para estudar poesia ou outro tipo de textos não é necessário saber escreve-los. Porém, para estudar filosofia é necessário filosofar, é necessário saber pensar e refletir nas questões filosóficas.
Inês Almeida nº13 10ºD

Anónimo disse...

A minha opinião sobre a frase " para estudar filosofia é necessário fazer filosofia", quer dizer que filosofia é uma atividade critica, afilosofia exige uma tomada de posição, a filosofia é um estudo a priori.
A filosofia procura boas razões(argumentos) para aceitar ou recusar ideias sobre os seus problemas.
Demos a liberdade de defender qualquer posição em filosofia, mas as nossas posições tem de obedecer a condiçoes, pois tem que se apoiar em bons argumentos e têm que se apoiar num conhecimento adequado a problemas, teorias e argumentos de filosofia.Na filosofia a resolução de problemas é feita recorrendo unicamente ao pensamento(estudo á priori)
Fatima Gândara Nª20 10D